terça-feira, 20 de setembro de 2016

Sandálias flatform

Você já viu calçados como estes em outras épocas (provavelmente no início dos anos 2000), quando usávamos muitas anabelas e plataformas (me lembro de várias sandálias e tamanquinhos da infância que assemelham muito com esses modelos). Mas a moda é mesmo um círculo vicioso e trouxe para 2016 as sandálias flatforms. O modelo é polêmico e nós vamos te mostrar como aderir à tendência sem pecar no look.

Vamos fazer uma breve viagem no tempo e recordar dos calçados que fizeram sucesso nos séculos XV e XVII - os chopines. Seu modelo incluía um salto grosso centralizado no calçado  (clique AQUI para ver). Mais tarde, a mesma ideia foi adotada pelas gueixas japonesas nos tradicionais chinelos de salto, conhecidos como okobo (clique aqui para ver). Essas duas referências são as principais inspirações que evoluíram até chegar ao atual e já popular flatform.
A atual flatform começou a ganhar espaço em 2011 nas passarelas da Chanel e da Prada. A moda chegou com força em 2013 (até falei sobre o como tinha visto tais calçados nos pés das argentinas no litoral quando saí de férias), mas só agora em 2016 ela pareceu ter entrado de vez em nossas vidas. Na Nutrição falamos que para uma criança gostar de um alimento ela precisa experimentar mais de 15 vezes - será que aconteceu o mesmo com as flatforms na moda? heheheh.

É claro que o visual fica bem mais pesado com esses calçados e os saltos altos e retos conseguem inclusive achatar a silhueta. Por isso é preciso analisar o look antes de investir (principalmente se você se importa com o efeito visual causado - emagrecer, dar volume, parecer mais alta, etc). O lado bom é a praticidade e o conforto (não tem nada mais confortável nessa vida). O salto reto é inclusive conceituado como "o salto para quem não gosta de salto".
Seus pés serão o centro das atenções com as sandálias flatforms. Equilibre plataformas muito grossas com pernas de fora e peças de roupa mais ajustadas ao corpo. Para parecer mais alta, invista em cores próximas ao tom de pele e prefira sandálias que deixam a maior parte do pé à mostra. Cores claras à tornas mais longilínea, enquanto cores escuras tentem a achatar um pouco a silhueta.

São várias as dicas, mas acima de tudo você deve respeitar o seu estilo e os seus gostos. Nada de sair comprando aquilo que é moda no momento se você não gostou de verdade ou se nem combina com o seu modo de vestir. 
Vou confessar que os saltos muuuuito retos não me fazem a cabeça, mas gosto das sandálias tratoradas com recorte entre o salto e a plataforma da frente. Quero experimentar em breve :)
E vocês, gostaram da tendência?
Beijocas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário com elogios, críticas, dúvidas e sugestões!
Sua opinião é muito importante para o Rendas e Paetês! :)
Agradecemos sua visita e volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...