quarta-feira, 29 de junho de 2016

COMPRAS: 6 erros para não cometer

Em tempos de crise, inflação, impostos e valores altíssimos, não dá pra sair errando nas compras dos seus looks, certo? E são vários erros comuns que a gente comete, mesmo sabendo das consequências (vai entender nosso subconsciente, né...). Nesse post listamos 6 dos principais enganos para não cometer ao ir às compras de roupas, calçados e acessórios.
1. "Eu gostei da blusa, só não gostei desse detalhe": Já falou essa frase? Então sabe que a chance disso dar certo é quase nula, né. Já me desiludi com muita roupa depois de chegar em casa e perceber que aquele mínimo detalhe me impedia de usá-la.  Então só leve quando gostar mesmo da peça, 100% (aquele 1% a gente deixa pro Safadão, ok?).

2. "Vou levar sem provar mesmo...": Mesmo sendo aquela peça curinga, que não tem erro, é sempre bom perder um tempinho no provador (só por garantia, sabe?). Isso porque cada tecido tem um caimento e uma simples costura fora do lugar pode mudar completamente o visual de uma blusinha, por exemplo. E trocar uma peça já adquirida nem sempre é fácil e passa por uma burocracia bem chatinha. Melhor evitar...

3. "Precisava de um número maior, mas vou emagrecer": Frustração à vista! Se você está no processo de emagrecimento, em reeducação alimentar, fazendo atividade física, fazer compras é mesmo uma delícia, pois há essa experimentação de peças e padronagens que você não utilizava antes. Mas se o plano de emagrecer ainda está só nas suas ideias, evite cometer esse erro. Se você não emagrecer ou demorar para ingressar nesse projeto, a peça ficará inutilizada e poderá gerar ansiedade, culpa e frustração. Compre aquilo que lhe cai bem e que você gosta, independente do seu número (tamanho não é documento, MESMO!). 
4. "Vou comprar e levar na costureira": Oi? Faz isso não, amiga! Se não deu certo na loja, é melhor aceitar a dor da perda. Normalmente consertar uma roupa implica em mexer na sua estrutura, remover detalhes, modificar o caimento e ainda pagar caro por isso. Lembre-se que tem uma loja inteira de coisas para se apaixonar e que vão cair bem em você de cara.

5. "Não sei se ficou bom, mas tá na moda": Ah, a moda... Já falamos várias vezes aqui que nem sempre aquilo que está em alta faz o nosso estilo ou cairá bem no nosso corpo. Comprar uma peça por ser tendência e acabar deixando de lado no armário é jogar dinheiro fora, né? Melhor investir naquilo que você realmente gosta. E vale a máxima: "na dúvida, não compre".

6. "Tá super barato, vou levar": Mesmo com o preço baixo, é importante refletir se você realmente necessita daquela peça. Ficar com um monte de roupas sem uso no guarda-roupa não é nada bom - ocupa espaço, desperdiça dinheiro e represa uma roupinha que poderia ser útil para outra pessoa (nesse aspecto entram até as doações para as campanhas do agasalho e famílias carentes). 
A moda, para ter ainda mais sentido, precisa ser sustentável. Seja consciente na hora das compras e facilite a sua vida :)
Beijocas

2 comentários:

  1. nunca compro nd só pq ta na moda ou pensando em emagrecer, oq nunca acontece...rsrsrs. adorei suas dicas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda
    Aprendi há muito tempo ser consciente nas compras de roupas, sapatos, acessórios, mas uma coisa eu detesto fazer- experimentar roupa em lojas, preguiça.
    Beijo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário com elogios, críticas, dúvidas e sugestões!
Sua opinião é muito importante para o Rendas e Paetês! :)
Agradecemos sua visita e volte sempre!

Inauguração - Thiago Modas em Videira

No último sábado aconteceu a inauguração da loja Thiago Modas no Videira Shopping aqui em Videira. A loja já é super conhecida em Caçador...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...