terça-feira, 31 de maio de 2016

Inspiração: cortinas

Já fiz um post sobre decoração falando das cortinas há um tempo, mas andei lendo umas dicas por aí e resolvi compartilhar, hehe. E uma boa inspiração nunca é demais, né?
Existem opções para todos os gostos e bolsos mundo à fora, certo? Mas se você busca uma opção geral que não tem erro em lugar nenhum, invista nas cores neutras, como o bege, o cinza e o off-white em tecidos fluidos esvoaçantes ou pesados como blecaute. 
Essa peça que antigamente servia apenas para ocultar a parte interior das casas ou escondê-lo do sol, hoje é tida como item decorativo. Combine sua cor com a decoração de seus ambientes e utilize-a como complemento para o tema proposto. Alguns exemplos são as cortinas de armários em cozinhas rústicas, cortinas de renda em decorações vintage e vazadas em decorações modernas. 
Falando de tendências (não sou nenhuma designer de interiores, mas adoro o tema), tá em alta combinar as cortinas com as persianas para equilibrar a decoração, tal como o uso de cortinas mais simples, sem aqueles bandôs típicos da casa da sua vó (eu tinha). Além disso as cortinas vão bem como divisórias de ambientes, principalmente em quartos. 
Gostaram das dicas? Beijocas

domingo, 29 de maio de 2016

Acessórios de inverno: chapéus e gorros

Já falei algumas vezes aqui que infelizmente não temos o hábito de usar chapéus e toucas em nossos looks. Pode ser pelo calor na maior parte do Brasil, mas acredito que não usamos mesmo por pura falta de atitude, hahaha (falo por mim também, viu?). Mas minha felicidade é perceber que esse ano os acessórios de cabeça vem aparecendo com maior frequência. E agora não tem mais desculpa já que vamos dar dicas ótimas para você incluir estes itens no seu look. 
Os chapéus que mais tem a ver com a estação são os feitos em feltro, independente do modelo (nesse post AQUI você conhece os principais modelos de chapéus). Aliás, em alta no inverno temos o modelo clochê, coco e floppy -  enquanto para o verão as abas mais curtas são a melhor pedida.

Como sempre falamos, o primeiro passo para incluir um acessório ao seu guarda-roupa é sentir-se bem com o que está usando. Mas é legal harmonizar com a sua estrutura corporal. Se você for pequena ou baixinha, evite abas muito grandes e volumosas como do chapéu floppy. Para equilibrar o tamanho dos ombros (quando estes são menores que os quadris), aí sim vale a pena investir nas abas maiores.
Agora falando dos gorros, eles dão um ar mais esportivo para o look, combinando perfeitamente com o dia-a-dia. Os modelos mais lisos e sequinhos, na minha opinião, acabam sendo mais difíceis de usar porque não combinam com todo mundo - aliás é preciso cuidar com toucas pequenas demais (entenda como aquelas sem sobras ou dobrinhas e que não alcancem o meio de sua testa) que podem arruinar o visual. A dica é preferir as toucas de tricô com pontos grossos e modelos que dão uma certa folga na cabeça (tá valendo usar pompom no topo, com certeza!).
Meu maior dilema com os gorros está na arrumação do meu cabelo (que insiste em ficar "elétrico" na presença da lã). Então eu costumo jogar toda a frente para trás (como se fosse colocar uma tiara) e conforme a firmeza do gorro até prendo o cabelo com uma presilha. Isso me ajuda a diminuir o frizz e o arrumar o caimento dos fios. Quem tiver cabelos curtos, no estilo chanel, deve preferir as toucas mais sequinhas para que os fios continuem aparecendo. Com cabelos longos, qualquer modelo pode ser usado e aí vai mesmo do visual e do seu gosto.
Eu me incomodava muito com acessórios de cabeça um bom tempo, mas agora tenho dado uma nova chance para eles, hehehe.
Beijocas

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Inspiração: detalhes para o frio

O friozinho e a chuva estarão presentes por aqui neste fim de semana. Na lista abaixo trouxemos várias imagens inspiradoras para compor seus look invernais nos detalhes. Inspire-se!
BOM FIM DE SEMANA! :)

terça-feira, 24 de maio de 2016

Costas à mostra

A pedida das famosas nos red carpets desse ano são as costas nuas. Não basta a riqueza dos vestidos, a audácia nos recortes rende looks maravilhosos. Dá só uma olhada...
A tendência apareceu em eventos como o Oscar, Grammy, SAG Awards e Cannes. Entre as adeptas temos Charlize Theron, Miranda Kerr, Olivia Wilde e Rachel McAdams, além claro da Camila Pitanga na novela Velho Chico, né?  Alguns decotes são tão ousados que combinam com fendas, recortes frontais e laterais, sem contar as transparências.
Agora vamos contextualizar a tendência e trazê-la para a realidade... Exceto quando somos a estrela da festa, precisamos ter uma certa cautela na escolha dos decotes para não causar constrangimentos - traduzindo: não ficar vulgar sem ser sexy, kkk. Pra não errar, uma dica é optar por um look equilibrado, ou seja, escolher somente um decote (seja frontal, nas costas ou fenda) com transparências sutis e caimentos menos extravagantes, de preferência longos. É claro que isso vale principalmente para os looks de festas, sejam elas formaturas, casamentos, bailes e outros.
Outro aspecto ainda mais importante é acertar no sutiã para o seu vestido. Nesse post AQUI demos várias dicas de peças que vão te ajudar no look - já que um decotão desses não pode ser arruinado com tiras aparecendo (mesmo que de silicone "transparentes"). Quem tem um pouco mais de dobrinhas nas costas deve cuidar com as laterais do vestido, preferindo recortes em V que as oculta. Os decotes nas costas podem também fazer com que a distância entre seus ombros seja maior - o que pode ser disfarçado com modelos de mangas longas.
E aí, vocês gostam? Acho lindo demaiss *-*
Beijocas

domingo, 22 de maio de 2016

Vida saudável - dicas e experiências

Esse era um assunto que eu pretendia falar em vídeo assim que começasse com o canal. Mas aí, pensando muito sobre o assunto, resolvi contar um pouco das minhas experiências e dar algumas dicas para quem pretende mudar seus hábitos de vida.
Eu comecei nessa onda de mudar meus hábitos de vida em julho do ano passado, mas priorizava mais os exercícios físicos do que a dieta e de quebra passei por aquela fase extrema do final da faculdade (ansiedade e comida, sabem com funciona né...). Enfim... terminada a faculdade e passadas as férias, comecei a levar a sério minha reeducação alimentar em fevereiro desse ano.

Minha rotina é muito simples - não estou fazendo nenhuma dieta restritiva e nenhum treinamento extenuante. A reeducação alimentar é um conjunto de estratégias e escolhas alimentares mais saudáveis a partir do que era habitual para você. Esse processo deve ser feito de maneira gradativa, inteligente e eficaz, o que não altera radicalmente sua rotina e é completamente possível de seguir. Nesse sentido, passei a comer muito mais vegetais, cereais integrais, tomar mais água, eliminar os refrigerantes e sucos industrializados, diminuir as gorduras e carboidratos ruins, ajustar as quantidades e fracionamentos das refeições entre outras coisas.
Minha motivação maior foi um choque de realidade (como sempre...) relacionado aos meus exames bioquímicos que estava apresentando alterações e afetando minha saúde. Para que não sabe, trato o hipotireoidismo desde os 6 anos de idade e lido com uma anemia chatinha à algum tempo. Eu estava um pouco acima do peso, complicando um pouco mais esse quadro clínico, e claro que isso também mexe um pouco com o nosso lado estético (embora não tenha sido meu foco principal à princípio).
Além disso, queria colocar à prova meus conhecimentos recém adquiridos na graduação em Nutrição, kkk.

Nem preciso dizer que em dois meses senti mudanças incríveis, né? A disposição para essa correria dos dias apareceu como um passe de mágica, kkk. Além disso, até agora foram 7kg eliminados - sem sacrifícios, juro! Mas é claro que eu também sou humana e tenho minhas vontades, seja de chocolate ou de pizza e não gosto de passar vontade, não. Mais uma vez o segredo é o equilíbrio, já que não como essas coisas diariamente e deixo para momentos específicos.
Essa é uma dica para você que tem compulsão por esse tipo de alimento - eles devem ser entendidos como uma ocasião especial, não como uma rotina. Assim ficarão ainda mais saborosos para serem degustados -  no sentido de alimentar a mente além de nutrir o corpo. Quando consumimos diariamente essas comidinhas não saudáveis, aceitamos o risco dos malefícios que podem gerar ao nosso corpo e nem sentimos mais prazer em comer. Aliás, comer é muito psicológico também. Se você sentir qualquer tipo de problema em relação aos alimentos, deve procurar não somente um nutricionista, mas também um psicólogo.
Eu era do time que odiava academia com todas as minhas forças (falei isso aqui no blog várias vezes). Sofri bastante no começo, mas quando surgem os primeiros resultados isso é realmente motivador (você passa a querer ir todos os dias, kkk). Desde então faço atividade física pelo menos 4 vezes por semana, cerca de 1h e 30min por dia, variando entre exercícios aeróbicos, musculação e aula de boxe e muay thai. Mas tudo isso é orientado por profissionais de educação física, ok?

Passando um tempinho à mais em casa tenho testado várias receitas simples de comida de verdade e vários ingredientes diferentes. De vez em quando rola até uns testes de coisas sem glúten, sem açúcar, sem farinha branca, enfim... Mas não sou nada paranoica com isso e acredito que o equilíbrio é a chave tudo, certo?
Para finalizar, lembro que esse combo de alimentação + atividade física é fundamental para a prevenção e tratamento de doenças e trás inúmeros benefícios à saúde. Se você deseja conquistar resultados, não hesite em procurar ajuda de profissionais. O bem-estar com o corpo e com a mente é fundamental para a nossa vida e para isso precisamos fazer as pazes com a nossa alimentação
E sabe aquela frase que diz que daqui a um ano você vai desejar ter começado hoje? Pois é, tem feito cada vez mais sentido pra mim. :)

Minhas experiências eu conto no Instagram e na minha Fanpage de Nutrição (curte aí! :D).
Beijocas :*

quinta-feira, 19 de maio de 2016

BB e CC Cream Perfect Sun

Esse post vem se enrolando desde março, mas até que enfim consegui fazer, hahaha.
O BB Cream e o CC Cream da Perfect Sun vieram em uma cesta que minha mãe ganhou no dia da mulher e eu mais do que esperta já aproveitei pra testar (venho usando bastante desde então).
E essa coisa de cremes multifuncionais com cobertura acabou caindo no gosto da mulherada de verdade. Eles são ótimos para serem usados diariamente e funcionam como ou até melhor que algumas bases faciais.

Vamos ao que interessa, então?
O BB Cream é um pouco mais amarelado e se assemelha ao BB da L'Oreal é que o meu preferido (nesse post AQUI comparei o BB da Maybelline com o da L'Oreal). Seu resultado final é um pouco brilhante demais para o meu gosto (sou fã de pele matte), mas gostei da cobertura natural que ele concede para o dia-a-dia, conseguindo atingir uma cobertura excelente conforme a quantidade de produto usado. Se finalizado com pó compacto, o resultado é ótimo - ocultando a maioria dos poros e cobrindo pequenas espinhas e manchas.

O CC Cream é um pouco mais escuro, mas que se iguala ao tom da minha pele ao ser aplicado. Sua textura é grossa, muito parecida com o do CC da Cliniqué que também já mostrei pra vocês. O CC cream tem naturalmente essa dificuldade para ser espalhado, exigindo um pouquinho mais de esforço (indico até que você espalhe com as mãos para facilitar a penetração do produto). Apesar de ter uma cobertura bem pesada, senti que os poros pareceram dilatados e o resultado não fica tão natural quanto no BB cream. Entretanto, ao ser usado na pele madura, esse efeito não é tão aparente e melhora muito aparência das linhas de expressão (desde que muito bem espalhado e finalizado).

Na primeira imagem aqui acima dá pra perceber a diferença de cor entre os produtos, mas depois de espalhar bem com um pincel de base + esponjinha as cores ficaram iguais nos dois lados do rosto.

Quanto a composição dos produtos, o BB tem o intuito de uniformizar a pele (o que cumpre relativamente bem) e hidratar com auxílio da aquaphyline e da vitamina E na formulação -  o que previne o surgimento de rugas e linhas de expressão. Já o CC tem funcionalidades como correção de imperfeições, uniformização do tom de pele, ação antioxidante e hidratante. A niacinamida presente em sua formulação provém da vitamina B3 e está relacionada com o tratamento de rugas e atuando no clareamento e uniformização da cor da pele.

Olha a comparação (deixei a imagem espelhada pra facilitar):
O BB parece mais leve e natural, enquanto o CC é efetivo na cobertura. Porém, por ser mais denso, deixou marcas nas linhas de expressão depois de algumas horas de uso.
Outro aspecto relevante é que nenhum dois dois ocultou minhas olheiras sozinho, heheh. Precisei usar corretivo e finalizar com a base, o que resultou em uma aparência bem mais homogênea.
Por fim, recomendo ambos para o uso diário pois facilita a vida na questão da utilização de protetor solar e de quebra deixa a pele bonita. No caso de usá-los para uma maquiagem completa, alguns ajustes precisam ser feitos, como a utilização de primer, corretivo e finalização com pó.

Descobri pesquisando que a Perfect Sun tem também um DD Cream em sua linha de produtos, mas ainda não encontrei para comprar. Você pode ler sobre a diferença entre BB, CC e DD cream nesse post AQUI.
Beijocas


quarta-feira, 18 de maio de 2016

Inspiração: Tanesha Awasthi

Se você não conhece este nome, trate de gravar. A Tanesha Awanthi é  blogueira e arrasa nos looks street style. O que mais me chama atenção nela, é que seu biotipo corporal é muito parecido com o de grande parte das brasileiras, com cintura fina e quadril avantajado (caso real da pessoa que vos fala, kkk). 
 E já está mais do que claro que cada um veste o que bem entender, independente do seu tipo corporal. Mas se você está buscando formas de valorizar ainda mais o seu corpo, seja para a rotina diária ou para uma ocasião especial, dá uma olhada nas nossas dicas.
 Nos vestidos, calças e saias, o corte reto pode ser interessante para balancear as dimensões do corpo. No caso das saias, o caimento deve ser liso e sem muito volume para não dar impressão de aumentar ainda mais os quadris, mas caso você opte por uma peça volumosa, usar com saltos altos dá aquela alongada na silhueta e concede harmonia ao visual. O vestido envelope é a melhor pedida para quem tem um pouco mais de volume da região abdominal, pois equilibra as proporções e valoriza as curvas. Varie o comprimento conforme o seu gosto. 
 Nessas imagens acima temos ótimas opções para trabalhar, combinando sempre as calças (skinny, flare ou reta - todas vão bem) com blusas, casacos e jaquetas que atinjam pelo menos a linha do quadril até o meio das coxas. 
O segundo look, da camisa amarela, mostra que a saia lápis pode e deve ser utilizada sim por quem tem quadris maiores - olha só como valoriza! Basta combiná-la com uma cintura  marcada e buscar tecidos mais grossos, que não marquem e sejam confortáveis. 

Gostaram do estilo dela? Sou apaixonada!
Beijocas

terça-feira, 17 de maio de 2016

6 anos de Rendas e Paetês

E não é que completamos 6 anos?
Assim como falei no ano passado, ter um blog pode ser comparado à um casamento, já que existem responsabilidades recíprocas e dedicação. Aos 6 anos completa-se bodas de açúcar ou perfume que representam os momentos doces e as sensações boas que proporcionam energia. Nada melhor para expressar a alegria desse aniversário, certo? 
A imagem acima transparece a evolução desde 2010, tanto minha quanto do blog (que fonte foi essa do primeiro aniversário? hahaha). Nessa conta entram mais de 1500 postagens, mais de 1,2 milhões de visitas, 2000 curtidas no Facebook, 2900 seguidores no Instagram e muitas, muitas amizades que foram além do meio virtual. 
Como vocês sabem, nem sempre pude me dedicar como queria e alguns planos ainda não saíram do papel, mas como 2016 tem sido um ano de renovação e coisas boas, muitas novidades ainda devem passar por aqui (indo além dos títulos básicos de moda e beleza).
Para hoje, reitero meus agradecimentos à cada leitor, apoiador, parceiro e seguidor! Afinal, não faria sentido escrever só pra gente, certo? (embora eu adore fazer isso também, hehehe).  
Obrigada, obrigada e obrigada! E viiiiiiva! :D
Beijão pra cada um de vocês.

domingo, 15 de maio de 2016

Inspiração: madrinhas de casamento

Aproveitando o mês das noivas e a grande pesquisa dos temas sobre casamento, reunimos uma série de fotos inspiradoras sobre madrinhas de casamento (uma das marcas registradas desses eventos).
As imagens são do Pinterest e não continham créditos de autoria, mas caso seu casamento tenha aparecido aqui, nos avise que daremos os devidos créditos, ok? 
A tendência de usar vestidos iguais e/ou cores iguais andou em baixa nos últimos anos, mas vem sendo resgatada de uma forma maravilhosa. Sinceramente, acho encantador vestir as madrinhas com os mesmos modelos ou as mesmas cores pela própria estética e pelo significado por elas representado na cerimônia (sem contar as fotos lindíssimas que se criam, certo?).
Outra ideia é variar os tons de uma mesma cor, criando um degradê até a noiva. Além disso, os tons pastel (queridinhos da Pantone nesse ano) dão leveza ao altar e podem ser usados sem erro em casamentos diurnos. Nos detalhes, é importante que cada madrinha carregue consigo um objeto representando a cerimônia, podendo ser um buquê, laços, velas ou uma única flor. 
Para diferenciar as madrinhas vestidas com a mesma cor e dar mais vida na cartela de cores, uma ideia é que cada uma carregue um buquê de flores ou uma única flor com cores diferentes. A mesma ideia pode ser usada nos sapatos quando os vestidos fores curtos.
Tô apaixonada por essas fotos! *-*
Aproveito para deixar alguns links úteis e inspiradores para o seu casamento:
O que vestir em um casamento de dia     |     Daminhas e pajens     |     Modelos de bolos
O guia da noiva     |     O guia da madrinha
Espero que gostem! Estou apaixonada por essas fotos, hehehe.
Beijocasss

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Maio - 5 vestidos de noiva

Maio é um mês super feminino, certo? Dia das mães e mês das noivas. Por isso hoje elencamos 5 vestidos de noiva das famosas que são verdadeiramente inspiradores...

Mas você sabe porque maio é o mês das noivas?
Acredita-se que essa tradição venha do hemisfério norte, em que se comemora a chegada da primavera em maio com muitas flores. No passar dos tempo essa comemoração foi associada ao romantismo e consequentemente à celebração do casamento. Outras teorias também dizem que na Idade Média não se tomava banho durante as estações mais frias, por isso, com a chegada da primavera, os noivos passavam horas se banhando com a essência das flores (imagina só o mau cheiro) e aproveitavam a oportunidade para celebrar o casamento.

Listamos 5 vestidos maravilhosos das famosas para servir de inspiração *-*
MICA ROCHA, que casou mais de uma vez com looks diferentes, escolheu esse modelo clássico impecável para uma de suas celebrações. Sou fanática por noivas com coroas de flores em casamentos diurnos, e vocês?
CAROL TRENTINI escolheu esse modelo a lá Kate Midleton estilo bolo de noiva que teria tudo para que eu odiasse, mas na verdade amei (menos a cauda amassada, né?). Fez o estilo princesa moderna lindamente. 
HILARY DUFF usou um dos meus modelos preferidos - a cauda sereia, nesse caso ainda mais valorizada por ter volume. O resultado foi uma noiva extremamente sexy e bonita (perceberam como o vestido e o buquê ornam perfeitamente?),
CHARLENE WITTSTOCK, princesa de Mônaco, optou por um modelo de corte reto, mas ousou na cauda longa que parte duas vezes do próprio vestido. O conjunto com o véu e o decote ombro a ombro resultou em leveza e requinte, como uma verdadeira princesa merece. 
COCO ROCHA com um dos desenhos de corpo mais bonitos que já vi, misturando um tubinho com uma cauda de sereia cheia, de presença. O visual final foi um clássico devido ao penteado, mas uma sutil sensualidade é nítida. Maravilhosa!

Qual o modelo preferido de vocês?
Beijocas

quarta-feira, 11 de maio de 2016

No-poo, low-poo e co-wash, você conhece?

Faz um tempo que queria falar sobre esse assunto, mas acabei esquecendo (parabéns pra mim, kkk). Mesmo assim ele continua em pauta e há muito para ser pesquisado e debatido sobre o assunto. Mas vem cá, você já ouviu falar nos termos "no-poo" "low-poo" e "co-wash"?
Pra começo de conversa, as três técnicas dizem respeito a lavação do cabelo e provém da teoria de que os sulfatos, substância presente nos shampoos, seria responsável não somente pela limpeza, mas consequente remoção dos óleos naturais dos fios. Além disso, os petrolatos e silicones insolúveis podem criar uma "capa" nos fios que até impede a perda de água, mas também impede a penetração de compostos hidratantes importantes, depositando substâncias químicas e poluição que, por fim, ressecam os fios.  A partir disso surgem esses novos conceitos de cosméticos...

NO-POO: É a não utilização de shampoos ao lavar o cabelo. Logo, esse processo de higienização se dá pelo co-wash - uso de condicionador. Para tanto não é permitida a utilização de produtos derivados de petróleo e silicones insolúveis. Existe uma lista de componentes permitidos e proibidos para os adeptos destas técnicas que você pode conferir abaixo:

LISTA DE COMPONENTES DE COSMÉTICOS PROIBIDOS E PERMITIDOS.

LOW-POO: É a utilização de shampoos sem sulfatos na sua composição, ou de produtos permitidos. Seu guia foi descrito por Lorraine Massey em seu livro Curl Girl, já traduzido para português como "Manual da garota cacheada". Nesse post do Cacheia.com você encontra os mínimos detalhes.
Low-poo e No-poo NOVEX     |     Low-poo e Co-wash YAMÁ     |     Low-poo LOLA COSMETICS     |     Low-poo BIOEXTRATUS     |     Low-poo PHYTOERVAS     |     Condicionador para co-wash GARNIER     |     Condicionador para co-wash DOVE     |    Creme multifuncional para No-poo YAMÁ     |     Creme multifuncional para No-poo SALON LINE     |    Definidor de cachos para No-poo g gelatin CAPICILIN     |    Co-wash BIOEXTRATUS     |     Condicionador para No-poo L'OREAL.

CO-WASH: É a forma de limpeza usada por quem adota o no-poo, substituindo o shampoo. Essa "limpeza" é feita com o condicionador (desde que não possuam derivados de petróleo e silicones insolúveis).

Não esqueça que todos os produtos capilares entram nesse "detox", viu? Logo, as "regras" valem para máscaras, cremes de pentear, séruns, etc.
Essas técnicas são super indicadas para cabelos cacheados que tendem a ser mais secos, mas podem ser usadas em qualquer tipo de cabelo. Teoricamente elas diminuem os danos aos fios de verdade e os cabelos ficam naturalmente hidratados.
O ponto negativo é que os produtos poder ser um pouco mais caros (quando específicos para este fim), mas essa realidade vem mudando já que várias marcas passaram à se preocupar com estas técnicas. Também há uma certa dificuldade de ler os rótulos para conhecer todos os ingredientes das fórmulas e identificar os proibidos e liberados. Porém já existem listas de produtos internet à fora que facilitam a compra de seu produto ideal.

Existem diversas dicas para quem optar por essa rotina mais saudável para seus cabelos, basta se dedicar na pesquisa sobre produtos, rotinas e componentes.
Beijocas

terça-feira, 10 de maio de 2016

Inspiração: lareiras

Eu acho que no inverno nada é mais bonito e reconfortante do que uma bela lareira. Sei que moramos em um país tropical, mas se você for da região Sul vai me dar a razão... Aqui fazemos real uso desse item decorativo, hehehe. De qualquer forma, se este post não te ajudar na decoração dos ambientes, vai encher seus olhos :)
Que tal essa parede de pedras em uma sala ampla arrematada com madeira.
Modelos portáteis e modernos permitem adicionar uma lareira em vários locais. 
Lareira não precisa ser um item rústico, não. Acabamentos brancos, em vidro ou cromado são a prova disso. 
Não dá vontade de entrar nessas imagens? *-*
Beijocas

Para eles: verde e cáqui

Voltando à realidade e a programação normal do bloguinho, hoje é dia de moda para ELES. O militarismo está em alta no outono/inverno de ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...