segunda-feira, 20 de maio de 2013

Da postiça à natural

Quem sabe sejam elas as detentoras do cargo de preferência nacional. Com vocês... As UNHAS!


A grande maioria das mulheres adora uma unha bem feitinha, milhões de cores de esmalte e demais acessórios que possam dar uma incrementada nas garras. Por isso, o mercado cosmético destinado para essa área é crescente, assim como o ramo dos serviços de manicure e pedicure. 
Hoje então, é dia de descobrirmos um pouco mais sobre as nossas idolatradas!

Afinal, do que elas são feitas? Qual sua origem? Porque crescem?
Bem... Elas são quase como um "cemitério de células", como já li numa matéria certa vez. As células que morrem abaixo da pele dos dedos vão sendo empurradas por novas camadas e rumam às pontas dos dedos ganhando proteínas, dentre elas, a queratina, no caminho até as unhas, onde serão alojadas. Por essa e outras proteínas é que a mesma ganha esse aspecto de "lâmina". E porque um tecido morto cresce? Porque a matriz celular que produz as células de unha, utiliza pouquíssima energia. Isso também explica o fato das unhas crescerem por alguns dias, mesmo depois de a pessoa ter falecido!
E qual é a função das unhas? Diriam nosso antepassados pré-históricos que elas foram de fundamental importância na hora da caça, no ataque e na defesa, já que serviam mesmo como garras. Com a evolução humana, elas ficaram mais finas e servem como uma proteção para os dedos dos pés e das mãos, desempenhando papel de sensibilidade. E pra você que acha que suas unhas demoram séculos para crescer, ou crescem rápido demais, em média, as unhas das mãos crescem 3 milímetros por mês, e a dos pés 1 milímetro. 


Existem muitos mitos e verdades nesse meio, mas algumas verdades absolutas devem ser seguidas a risca por quem realmente se importa com as suas.

A velha história do tirar ou não a cutícula... Falando de estética, é claro que as unhas ficam mais bonitas quando a cutícula é retirada, mas para a sua saúde, essa não é lá uma boa ideia. Você sabia que essa é uma mania bem brasileira? Lá fora os profissionais das unhas não possuem tal hábito. Tudo isso porque a cutícula  funciona como uma barreira contra vírus e bactérias, assim como são os pelos para o nariz, ou os cílios para os olhos. Então, essas deveriam ser tratadas e não retiradas, o que é possível com produtos cosméticos destinados exatamente para esse fim. E sim, quanto mais você tira a cutícula, mais ela cresce. Isso porque, quando retirada, causa uma inflamação na unha que pode gerar um espessamento na pele ao redor da mesma.

Doenças de unha vão muito além das micoses... Deve haver percepção até nas cores que a sua unha apresenta. Um exemplo clássico é o problema de circulação nos doentes cardíacos, que faz diminuir a chegada do sangue nas extremidades do corpo, deixando unhas arroxeadas, curvas e bem finas devido a falta do oxigênio. Ah, e quem tem unhas esbranquiçadas? É puro efeito da acetona que resseca essa superfície (que é cheia de poros), e por isso indica-se o uso de removedor de esmaltes sem a adição de acetona. Um corte mal feito também pode propiciar a famosa unha encravada, e está pode virar uma infecção se não houver maiores cuidados. Muitas outras doenças podem ser transmitidas por materiais de salão de beleza que não foram devidamente esterelizado em máquinas próprias e numa temperatura adequada. São fungos e bactérias que podem somente causar inflamações durante alguns dias e ir embora, como vírus mais graves como o da AIDS pelo contato com material perfurocortante como são as tesourinhas de cutícula. 


E para quem não consegue fazê-las crescer de jeito nenhum, tem a péssima mania de roê-las ou gosta mesmo do efeito visual de uma bela postiça, conheça algumas das técnicas mais empregadas nos salões e clínicas de estética:


Acrigel: Composta por gel e pó acrílico, é aplicado um fixador depois de lixar as unhas postiças, e então, molha-se o pincel no gel, passa no pó e em seguida na unha, como no processo de esmaltação. Depois disso, as unhas devem ir para um equipamento com luz ultravioleta. Então é retirado o excesso do gel e o processo se repete. Essa técnica pode durar até três meses, desde que sejam feitas manutenções periódicamente.
Há também uma grande polêmica por trás das unhas de gel, envolvendo principalmente pela fraqueza que o método proporciona à elas, tanto pelo uso do gel, como pela remoção, que normalmente se dá no mergulho das unhas em soluções de acetona.


Acrílico: Feita de resina acrílica em pó, segue os mesmo modos de colocação que a unha de porcelana, porém, promete um visual mais natural por deixar a coloração das unhas mais rosadas. Também promete uma maior durabilidade e resistência. As unhas em acrílico podem ser feitas a partir da modelagem ou colagem da ponta (tips). A modelada garante um melhor aspecto visual e não precisa ir para o equipamento com luz ultravioleta. 
A duração é de aproximadamente 45 dias, necessitando de manutenção no meio deste período.


Porcelana: Feitas com pó de porcelana, as unhas são primeiramente lixadas, seguidas da colagem de tips (moldes de papel adesivo que valem a metade da unha). O pó é aplicado sobre cada tip e vai se misturando com a unha conforme esta vai sendo lixada. Por fim, há a aplicação de base protetora do esmalte.
Sua durabilidade é uma das maiores vantagens, já que beira os 3 meses, mas também precisa de acompanhamento da manicure para a manutenção. 




Fibra de Vidro: Primeiramente as unhas naturais devem ser bem lixadas. Em seguida, ocorre a aplicação das fibras sobre as unhas, seguidas de exposição à luz ultravioleta para enrijecer. Então é passado um gel por toda a extensão e cortada no tamanho desejado. Novamente as unhas são lixadas e ganham um aspecto bem mais natural dentre todas técnicas usadas no alongamento de unhas. O processo todo demora cerca de duas horas, mas as adeptas dizem que vale a pena. A primeira manutenção deve ser feita após 15 dias.




Não adianta só investir na unha postiça, é importante tomar várias cuidados durante todo o processo!
- Escolha um profissional reconhecido e experiente.
- Verifique se as próteses estão bem secas para evitar micoses e demais fungos.
- Não remova a cutícula no mesmo dia da aplicação de unha artificial.
- Obedeça as manutenções para garantir o bom resultado e saúde das unhas.
- NÃO use acetona, pois esta corrói os materiais. Use somente removedor de esmalte.
- Aplique esmalte somente depois de usar uma base incolor. Algumas unhas podem apresentar porosidades e absorver os pigmentos, manchando as unhas.
- Alguns cosméticos e produtos de limpeza podem reagir e escurecer as unhas. Use luvas.


Beijocas!

14 comentários:

  1. Gostei bastante das dicas
    E muitas dessas não conhecia

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. adorei o post muito interessante :)

    http://mind-tricks.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

  3. Bem, eu não uso unhas postiças por que as minhas unhas crescem muito bem mas dos problemas que você citou, eu sofro com unha encravada principalmente nos pés, por conta do meu hábito de fazer em casa. Eu devo fazer alguma coisa errada hehe
    Outro problema é das unhas amareladas (que eu acho que você nem listou) por conta de sempre estar esmaltando as coitadas!
    Post maravilhoso!

    Super bjs**
    Hellen
    superluxuosas.com.br

    ResponderExcluir
  4. Essa história de tirar cutículas é mesmo só daqui né? A minha só amoleço com produtinhos e empurro ;) adorei saber dos tipos de postiças ;)

    Passando para desejar um ótimo dia!
    Liz<3
    The Red Lil' Shoes Blog
    http://theredlilshoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Amei demais o post, muito bem explicado e lindo xD
    http://www.blogdajoanna.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia ainda a de fibra de vidro, diferente. Sobre cutículas eu não consigo ficar :( , arranco tudo.

    http://ontendency.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Pior que eu não consigo ficar sem tirar a cutícula, mas se tem uma coisa em que eu fui abençoada foi nas minhas unhas, crescem muito rápido e são muito "duras", não quebram fácil! Ameeei o post inteiro, muito interessante! Beijos

    www.biancammartins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu não retiro as cutículas mais e foi a melhor escolha que fiz...
    Vendo fotos de quando eu tirava e as de hoje, prefiro muito mais não tirar... Se hidratar ela bem, ter todo um cuidado elas ficam ótimas, sem contar a saúde...
    Adorei o post!!!
    Beijos!!!
    nailmypassion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Post interessante, amei amei
    Fica com Deus, super beijo
    http://leticiasilvamakeup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post, bem explicado. Minhas unhas são muito fracas e quebram com facilidade:(
    Tambem não conhecia a fibra de vidro, bem legal.
    Beijos,sucesso
    http://simplesgarotaon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. adorei seu post.
    já tentei usar unhas postiças mas nunca dá certo! rs

    Beijos
    http://365diasvariados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Amanda
    Beleza de postagem, esclarecedora e informativa.
    Minhas unhas vivem no toco, a cozinha e o tanque não as deixam crescer de jeito nenhum.
    Numca tentei unhas postiças, acho bem artificial.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Amanda usei uma única vez unha postiça..
    a minha unha ficou muito fraca quando tirei e demorou meses pra voltar a crescer.
    nunca mais
    kisses

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o post, gostei!
    Bjs
    janamakesesmaltesecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário com elogios, críticas, dúvidas e sugestões!
Sua opinião é muito importante para o Rendas e Paetês! :)
Agradecemos sua visita e volte sempre!

Amigo secreto: sugestões até R$75

A gente adora deixar para comprar os presentes de Natal na última hora, né?  Muitas vezes isso acontece porque falta inspiração na escolh...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...