quinta-feira, 15 de março de 2012

15/03 - Dia do Consumidor

Mais um dia que diz respeito a todos nós. O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor.
Em uma nação capitalista, tudo e qualquer coisa é sinônimo de consumir, e isso não é todo ruim se soubermos administrar de um forma inteligente nossas finanças. 

Equilíbrio é a palavra de ordem!
O quanto você recebe mensalmente deve suprir as suas necessidades, cobrir eventuais gastos extras e ainda garantir o seu lazer. Para conseguir destinar a quantidade certa de dinheiro para cada quesito, a melhor forma é colocar tudo no papel. Tenha um caderninho para o controle do que entra e do que sai da sua carteira.

Se sobrar uma grana no final do mês, ótimo, vai começar o próximo mês com saldo positivo e pode até planejar uma viagem, um final de semana diferente ou uma compra de algo que está querendo a muito tempo. Se acabar o mês no vermelho, no próximo mês tenha como prioridade quitar as dívidas que ficaram para trás.


Qualidade é melhor que quantidade. Descontrole na hora de comprar algo que precisa é muito normal. Entramos em uma loja querendo 1 calça jeans e quando percebemos levamos um guarda-roupa inteiro de coisas nem tão urgentes assim. Quantidade é uma satisfação pessoal sim, olhar para uma geladeira cheia, um guarda-roupa lotado é tudo de bom, mas você não precisa fazer tudo de uma só vez. Vá com calma e adquira produtos conforme for necessitando. É essa qualidade de compras que nos faz ter peças e produtos bons e que vão durar um bom tempo, sem desperdícios.

No caso do supermercado, qualidade também se refere a aparência. Cuidado com latas amassadas, validades ultrapassadas e embalagens abertas. Tudo isso acarreta desperdício e, literalmente, dinheiro jogado fora.


Investir seu dinheiro naquilo que deseja é uma maravilha, mas evite gastar muito no que é supérfluo demais e não vai lhe trazer grandes benefícios. Dar-se ao luxo de algo que sonhe, às vezes é até saudável, mas não deixe que isso caia na rotina e você acabe negativando seus saldos por bobeira. 

Há estudos que comprovaram o quanto não nos importamos com as moedas que recebemos de troco. Muitas perdem-se no nosso dia-a-dia, colocamos em qualquer lugar, esquecemos em outros e por fim acabamos, literalmente, perdendo dinheiro! 


Preços baixos, descontos, parcelamentos, liquidação... palavras que são música aos nossos ouvidos. Mas como aproveitar uma promoção!?
No caso de lojas de calçados e confecções, é bom não se deixar levar pelas tentações. Compre essencialmente o básico, as peças coringas, cores neutras e utilizáveis no inverno e no verão, são as peças que costumamos chamar de atemporais. Aproveite também se perceber que aquilo que está querendo comprar há algum tempo está com preço reduzido. 
No caso do supermercado, compre em maior quantidade os alimentos não-perecíveis para poder estocar sem problemas e evitar desperdício. Preste atenção na validade dos produtos, o maior motivo para a queda nos preços, e só compre se for consumir antes da data.
Já no ramo do lazer, aproveite preços baixos para programar uma viagem com a família, curtir uma pizzaria no final de semana, reunir os amigos no boliche, ...

O irrestível e venerado cartão de crédito... Parece um passe de mágica passá-lo na maquininha e levar aquele monte de coisas que a gente queria pra casa. É, mas um dia a fatura vem e normalmente causa um susto tremendo. 

A dica é usar com responsabilidade. 
- Pague sempre em dia a fatura para evitar as elevadas taxas juros.
- Pagar com cartão significa adiar uma dívida para pagar mais tarde, lembre-se disso, a conta vem!
- Não esqueça das cédulas. Prefira usar o cartão para casos em que haja parcelamento estendido e seja vantajoso.
- "Use-o como ma ferramente, não como solução de todos os seus problemas."
- Não exija limites muito altos, o perigo do descontrole pode causar dor de cabeça mais tarde.

Seja uma moeda de 10 centavos ou uma nota de 100 reais.
Para economizar, invista na pesquisa de preços, mesmo que isso exija sua dedicação. No final do mês o resultado é positivo para você e para seu bolso.

Crie o hábito de guardar moedas, até mesmo no método do "porquinho" (hoje em dia não precisa mais nem quebrá-lo, rs). Use-as futuramente para pagar uma conta, para auxiliar em uma compra, para facilitar o troco, para complementar o orçamento...

Não está tão em alta o "ser sustentável"?  Porque não começamos por nós mesmos?!
Até porque, dinheiro não é o problema, dinheiro é a solução! ;)
:*

6 comentários:

  1. Muito boa as dicas,dinheiro tem que economizar mesmo senão some rapidinho

    Bjoss
    http://manequimdeestilo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É verdade, dinheiro é solução! Adorei as dicas...
    beijos

    spaincasaa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post! :) ótimas dicas. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Dicas ótimas! Nada melhor do que comprar com a cabeça, e não com o impulso!
    Bjs, Thá.
    http://consumisse.blogspot.com
    @thaharaujo

    ResponderExcluir
  5. Ótimas dicas!
    Beijos

    www.decaronanamoda.com

    ResponderExcluir
  6. Que post legal hein! Ótimas dicas!

    Beijos
    @girlteenvip
    http://girlteen-vip.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário com elogios, críticas, dúvidas e sugestões!
Sua opinião é muito importante para o Rendas e Paetês! :)
Agradecemos sua visita e volte sempre!

Amigo secreto: sugestões até R$75

A gente adora deixar para comprar os presentes de Natal na última hora, né?  Muitas vezes isso acontece porque falta inspiração na escolh...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...